Empregar parentes pode ser causa de cassação de prefeito

Scholze utilizou carroça durante a campanha em 2012  (Foto: Arquivo Pessoal)

Roberto Agenor Scholze (PT), 26 anos, atual prefeito de Mafra, cidade no Norte catarinense, perdeu o mandato por nepotismo.

Scholze teria dados cargos a própria mãe, Valnete dos Santos, como secretária Municipal da Criança e Ação Social , e a madrasta, Wilmara Herzer, como secretária Municipal do Programa Bolsa Família.

Além da perda de mandato e demissão de parentes, a Justiça declarou a inegibilidade do político por três anos e o condenou a restituir o que foi gasto em salário com a mãe e madrasta.  Ele também deve pagar uma multa no valor de duas vezes o próprio salário.

Na Câmara de Vereadores a situação pode resultar em impeachment, e corre paralelo as medidas judiciais.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*